Vem aí a 7ª edição da Festa Portuguesa de BH, com chope exclusivo da Cervejaria Verace!

Chopp Verace_Crédito Cacá Lanari

A 7ª edição da Festa Portuguesa vem aí propondo um dia repleto de cultura lusitana, com uma programação vasta que privilegia música, dança, artesanato, literatura, vinhos, cerveja e deliciosas comidas típicas. A tradicional feira tem entrada franca e acontece no dia 10 de junho (sábado), de 10 às 22 horas, na Rua Bernardo Mascarenhas e na área externa do Museu Abílio Barreto (Av. Prudente de Morais, 202, bairro Cidade Jardim).

Uma das novidades desta edição é o local, mais amplo, que ocupará uma área de seis mil m², e trará mais conforto para as cerca de seis mil pessoas que circularem por lá. A Câmara Portuguesa e a produtora Peixe Tolo Produções adiantaram que haverá espaço kids com atividades recreativas e sala de imprensa. “A cada ano o evento cresce e ganha novos parceiros. Acompanhamos essas mudanças e buscamos sempre aprimorar a estrutura, logística e inovar no entretenimento”, explica Carlos Alberto Lopes.

Outra surpresa são as atrações internacionais, vindas diretamente de terras lusitanas, a banda Virgem Suta, de Beja, conhecida pelo seu pop-rock de inspiração tradicional portuguesa, e o fadista, compositor e pianista, Mario Moita, natural do Alentejo, que divulga a cultura do país pelo mundo, tendo passado por mais de 30 países. DJs e bandas locais completam a programação artística. Além disso, a festa terá seu aplicativo para celulares, a fim de facilitar a vida de quem deseja aproveitar toda a programação. Desenvolvido pela empresa mineira FourTime, o app gratuito é uma iniciativa inédita no segmento de festas gastronômicas de rua em BH.

Na culinária, além das barracas da Taberna Baltazar, Caravelas, dos chefs Thiago Lima e Renato Lobato, Armazém Medeiros, Restaurante do Porto, Tugas Culinária de Portugal, Verde Gaio, Hermengarda, Doces de Portugal e da Sorveteria Alento, show cooking com o chef e professor lisboeta, co-autor do livro BioAromas à Mesa, Rui Lopes, Feira Fresca e artesanato. Alguém mais aí é louco por comida portuguesa? Aqui nos Dois Copos a gente amaaaaa! E para acompanhar os pratos e doces típicos, haverá vinhos portugueses e aquilo que mais nos interessa, ora bolas: um chope exclusivo, produzido pela Cervejaria Verace, especialmente para a festa. Gente, não tem erro, se tem Verace e comida portuguesa, cola que o trem vai ser bom!

Crédito Cacá Lanari (1)

 7ª edição da Festa Portuguesa

10 de junho (sábado) – de 10h às 22 horas

Rua Bernardo Mascarenhas e área externa do Museu Abílio Barreto (Av. Prudente de Morais, 202), bairro Cidade Jardim.

Entrada Franca

Informações: (31) 3213-1557, secretaria@camarabrasilportugal.com.br

Fonte: Assessoria de Imprensa | Infinita Comunicação

Protótipo Bar completa um ano com nova cerveja e mais opções de chope

O Protótipo Bar, um dos nossos cantinhos cervejeiros predileto em BH, chega ao seu primeiro aniversário. Com o objetivo de trazer experiências diferenciadas e uma nova proposta de sabores, o bar ganhou destaque no cenário gastronômico da capital e hoje é um dos points mais badalados da cidade. Cardápio diversificado, eventos cervejeiros, carta de drinks e incríveis cervejas artesanais, incluindo lançamento de cerveja de autoria própria chamada Santê, provaram que o primeiro ano da casa foi um sucesso.

Frente ao Protótipo, os sócios Lucas Zacharias e Angelo Gabriel, preparam um grande presente para os clientes da casa: o lançamento da mais nova criação da Protótipo Brew, a cerveja Desmedida. A cerveja, foi produzida na Küd Cervejaria em parceria com um grande amigo da casa, o premiado cervejeiro João de Gusmão.  Uma APA que leva adições de um único lúpulo em quantidades que beiram ao absurdo. Ela terá edição limitada e será servida em barris, dentro do estabelecimento.

Outra novidade é que a casa aumentou a diversidade de chope e conta agora com seis  torneiras, onde são oferecidos os melhores chopes do mercado e são servidos frescos e gelados aos clientes.

Recentemente, o Protótipo lançou uma nova carta de drinks, que é baseada em misturas de destilados como vodca e cachaça, mas ao invés de misturadas a condimentos prontos, são harmonizadas com ervas, xaropes e outras iguarias.

Localizado em um descolado terraço de uma galeria no bairro Santa Tereza (rua Professor Galba Veloso, 206, 2º andar), o bar é especializado em cervejas artesanais e conta com uma variedade gastronômica que inclui porções, burguers e grelhados –  tudo acompanhado de molhos especiais com receitas próprias da casa. Com cerca de 200 rótulos de cerveja disponíveis, a casa atrai os amantes boêmios em todas as noites de BH. O Protótipo Bar funciona de 18 horas à meia noite durante a semana e nos finais de semana a partir das 16 horas.

Angelo Gabriel e Lucas Zacharias_credito Osvaldo castro

Fonte: Assessoria de Imprensa | LEC Comunicação

Bodebrown lança nova versão da Cerveja do Amor

Rotulo Cerveja do Amor Bodebrown
Com o clima de romance no ar, na proximidade com o Dia dos Namorados, a cervejaria Bodebrown lança uma nova versão de sua festejada Cerveja do Amor. A criação sazonal é ideal para os apaixonados, sendo vendida apenas em datas especiais. A nova receita que chega as lojas tem um teor alcoólico mais alto: 14%. A receita tem base de um saison belga com amoras, em uma coloração de vermelho claro e baixo amargor, ideal para harmonizar com a gastronomia asiática, massas e bacalhau. Tem uma edição de 4 mil garrafas, numeradas e seriadas. Já podem ser encontradas na loja da Bodebrown e em bares e empórios especializados.
A cerveja surgiu como uma prova de amor. A criação de Samuel Cavalcanti, fundador da Bodebrown, foi uma homenagem à namorada, que reclamava dele passar muito tempo na cervejaria e pouco com ela. Em um ato romântico, surgiu a Cerveja do Amor, que acabou entrando para a linha da cervejaria. “É uma cerveja para celebrar o amor em todas as suas formas, valorizando boas relações, gentileza, cordialidade. E, por que não, para amar a própria cultura cervejeira”, comenta Cavalcanti.
O rótulo traz um detalhe do quadro “Píramo y Tisbe”, que o pintor Pierre-Claude Gautherot produziu em 1799, inspirado no conto mitológico de Ovídio. Na lenda, um casal apaixonado marca um encontro proibido pelas suas famílias, próximo a uma fonte. Tisbe, ao se deparar com uma leoa, foge, deixando para trás o véu. Píramo encontra a peça da amada e, assustado ao pensar que ela tinha sido atacada pela leoa, saca a espada e fere seu próprio coração. Quando Tisbe o encontra morto, mata-se também. Os deuses, entristecidos pelo casal, decidem homenagear o puro amor de Tisbe e Píramo pintando a amoreira com a cor do sangue dos jovens apaixonados. Dizem ter sido esta a inspiração de Shakespeare ao escrever “Romeu e Julieta”.
A triste história revela um amor puro, assim como o que a cervejaria deseja inspirar com a Cerveja do Amor. A Bodebrown busca uma companhia de teatro que queira montar uma peça com o conto de Píramo e Tisbe para o Natal, outra época em que esta cerveja é vendida. Se a história inspirou a cerveja, o cervejeiro Samuel Cavalcanti conta que agora procura um grupo de teatro para se inspirar na cerveja e criar uma peça de teatro baseada na história. A ideia é preparar uma encenação a ser exibida no final do ano.
Preço médio: R$ 28
Pode ser encontrada na loja da fábrica, no espaço Beer Bar Veka da Casa Cor Paraná 2017 e também nas lojas especializadas e bares de todo o país. Em BH, você encontra na Loja Mamãe Bebidas 😉
Cerveja do Amor Bodebrown (1)
Fonte: FC Comunicação | Assessoria de Imprensa