Precisamos falar sobre o Alentejo – Parte II: Monsaraz

Segundo dia de viagem e nosso destino nessa manhã de segunda-feira seria o que nos faria apaixonar de uma vez por todas pelo Alentejo: a (quase) deserta, bucólica, pequenina, bem preservada e lindíssima Vila de Monsaraz. Foi, sem dúvida, uma das vilas mais charmosas em que já botamos os pés.

Saímos de Évora por volta das dez horas da manhã, e os 50km percorridos até Monsaraz já foram de suspiros e mais suspiros: inúmeros vinhedos pelo caminho, o sol gostoso de outono sobre as folhagens secas, pequenas herdades (fazendas), animais pastando pelo campo… Aquele tipo de paisagem que te descansa, só de olhar. A vila de Monsaraz é uma freguesia da cidade Reguengos de Monsaraz, enquanto esta possui cerca de onze mil habitantes, a vila não chega a mil, estando localizada no topo de uma colina, e de onde se tem as mais belas vistas do Alentejo Central. Quem disse isso? Eu mesma, rs. Pra tentar expressar um pouco da beleza desse lugar, aí estão as fotos, que não me deixam mentir, é lindo demais da conta!

img_8979img_8992img_9007img_9021

Dicas de onde comer na Vila de Monsaraz? Só posso dizer que por volta das 13h00, extasiados com tanta beleza, bateu uma vontade de brindar à vida olhando essa paisagem, foi quando sentamos no Restaurante Xarez e pedimos duas taças de vinho e algumas tapas para forrar o estômago.

img_9023
Varanda do Restaurante Xarez

Acontece que eu, que achava já ter visto beleza demais pra um dia só, mal sabia o que nos aguardava ainda… Tinha em mente, antes mesmo de sairmos do Brasil, conhecer um hotel localizado aos pés do monte de Monsaraz, desde que vi uma foto da Ana do blog Do Pão ao Caviar, nesse lugar, pois ela fez um passeio de bike incrível pelo Alentejo! Na verdade, trata-se de uma herdade do século XIX que foi transformada em um hotel 5 estrelas, inaugurado no primeiro semestre de 2016. E como no site havia a informação de que era possível agendar uma degustação de vinhos lá (sim, eles também produzem vinhos), peguei o celular e liguei, ali mesmo enquanto estávamos no Xarez. A atendente do hotel foi super simpática e disse que eles poderiam nos receber às 15h00, perguntou se queríamos uma tábua de queijos e enchidos para acompanhar a prova dos vinhos e, claro, respondemos que sim (obrigada, Deus, por me fazer tão gulosa, pois a tábua era surreal de boa!). E então, preparados para conhecer o hotel mais lindo em que já fui na vida? Pois bem, sejam bem-vindos ao São Lourenço do Barrocal.

img_9073

img_9086img_9067

Alguns detalhes de como foi nossa visita: a prova de vinhos foi sublime, com queijos e enchidos deliciosos, valeu muito mais do que os 15€ por pessoa (sem a tábua custava 10€, mas, vai por mim, não dispense a tábua!). Degustamos os três vinhos produzidos lá, um branco, um tinto e um tinto reserva.

img_9045img_9044

Antes da prova, a moça que nos acompanhou, primeiro nos levou para um passeio na herdade, contando a história do lugar, em seguida, nos mostrou o local onde o vinho é fermentado, de forma bem tradicional, em tanques de alvenaria e, ao lado, pudemos conhecer a adega, onde o vinho matura em barris de carvalho.

img_9033img_9032

Eu perguntei sobre a possibilidade de conhecer algum dos quartos do hotel e a atendente foi super solícita dizendo que sim, seria possível! Após a prova, ela nos apresentou o quarto padrão e uma das casas em que também é possível se hospedar em família ou grupo de amigos, com sala, cozinha e dois quartos com suíte. Fiquei impressionada com o design e decoração de tudo, faz muito o meu estilo, uma união entre a história do lugar, a rusticidade de uma fazenda, sem deixar de lado a modernidade e o conforto.

img_9037img_9055img_9056img_9064img_9063img_9060img_9053

Também conhecemos o bar e o restaurante do hotel, que é aberto a não hospedes. Outra coisa legal é que eles possuem uma loja repleta de produtos locais, artesanato, roupas, produtos de casa, vinhos, outras bebidas e azeites (esqueci de dizer, eles também produzem azeite, estavam engarrafando quando chegamos na adega, mais fresco impossível).

img_9081img_9082img_9050

img_9069

Vocês devem estar se perguntando: e os preços das diárias? Achei bem razoáveis para o que é oferecido! Cerca de 180€ a diária no quarto padrão, vale muiiiito para uma data especial (lua-de-mel ♥!) e, acredito eu, que dois dias lá já me fariam descansar horrores. Agora entenderam por que amei tanto o São Lourenço do Barrocal? Tomem nota: ainda voltarei para ficar hospedada!

img_9084img_9058